Basta não ter um item disponível na prateleira do PDV para que o shopper deixe o estabelecimento em busca da concorrência. Segundo os especialistas, o varejo farmacêutico apresenta um percentual médio de 10% de itens em falta nas gôndolas, enquanto o índice aceitável seria de cerca de 3%.

Nos casos de farmácias que participam de programas de apoio ao tratamento, é fundamental que as empresas que provem a solução, tenha um sistema de reposição automática diária para evitar a falta do produto para um cliente fidelizado.

Separando o joio do trigo

Como estamos falando de um processo automático de reposição, o sistema deve diferenciar o que produto do programa de apoio ao tratamento, das vendas corriqueiras do PDV.

Por exemplo, se foram vendidas 10 unidades do produto A, sendo sete do programa de apoio ao tratamento e três de vendas normais, o comprador precisa saber essa diferença para comprar as três unidades que não são do programa, enquanto as outras sete devem ter reposição automática.

Agilidade no envio dos dados

Algumas plataformas existentes no mercado esperam acumular o volume de vendas de semanas para depois mandar o pedido para o distribuidor. Um dos importantes diferenciais do sistema de reposição automática do Grupo InterPlayers é a agilidade em enviar diariamente os itens de reposição para os distribuidores, evitando a ruptura de estoque.

Além disso, a solução faz o looping automático dos distribuidores, de acordo com os critérios de classificação de cada PDV.

No caso dos programas de apoio ao tratamento geridos pelo Portal de Drogaria, o sistema possibilita:

  • Visualizar as informações enviadas ao distribuidor
  • Identificar se os pedidos foram atendidos totalmente ou parcialmente
  • Fazer o acompanhamento do looping automático
  • Ter a visibilidade ao longo do processo

Reconciliação para a reposição automática de medicamentos

Quando se trata de um volume de itens acima de 600 caixas, por exemplo, é interessante que o varejo utilize um serviço adicional: reconciliação.

No processo de reconciliação, o PDV envia as vendas realizadas do programa de apoio ao tratamento e o Grupo InterPlayers verifica se as transações foram aprovadas ou não e identifica quais foram as notas fiscais (NF) que atenderam as vendas realizadas.

Isso é fundamental para agilizar a operação do PDV, já que quando se trata de um grande volume de itens é muito difícil o comprador acompanhar o portal de pedidos e o número de cada NF.

A reconciliação garante que tudo o que foi vendido seja ressarcido nas condições combinadas com o distribuidor e indústria.

Ganho de produtividade e redução de prejuízo

Outra vantagem da reconciliação é o ganho de produtividade e a redução de custos. Geralmente, se houve falha no processo de automação que compara as notas fiscais, você não está gerando a reposição. Nesse caso, vale lembrar que o desconto da reposição é bem maior do que se fosse comprar por vias normais.

Os analistas do Grupo InterPlayers acompanham todo o processo de reconciliação para identificar possíveis gaps e corrigir eventuais falhas, minimizando possíveis prejuízo para o PDV. Portanto, se a sua farmácia tem um grande giro, é fundamental que opte pela reconciliação, que nada mais é do que um seguro para seu PDV.

Tenha mais visibilidade e gestão dos processos de reposição automática, fale conosco e vamos definir o melhor modelo para a sua farmácia.