Vivemos dois momentos importantes quando falamos do mercado de saúde e bem-estar. O primeiro deles é que contamos com cidades importantes que despontam cada vez mais como emergentes, atraindo investimentos e gerando novas oportunidades de negócios em todo território nacional.

Nos últimos anos cerca de 579 municípios foram considerados emergentes no país. Somente a região Sul e Sudeste dispõe de 311 municípios em potencial, considerando a população entre 50-350 mil pessoas.

Associando esse cenário ao varejo farmacêutico, o segundo momento mostra que temos um canal que está inovando seu posicionamento e já é reconhecido como um centro de conveniência importante, principalmente quando trata-se de produtos de higiene pessoal e beleza.

New Call-to-action

Isso mostra que existem muitas oportunidades de crescimento no canal farma que poderiam ser exploradas adequadamente, seja através de novos formatos na cobertura de relacionamento com o PDV, como por uma forma inteligente para explorar o potencial destas oportunidades.

Na maioria dos casos, a capacidade de relacionamento direto da indústria farmacêutica limita-se nas grandes redes, que representam cerca de 5% do número de pontos de vendas do país, devido sua grande representatividade no volume de faturamento do setor. As grandes indústrias conseguem ampliar um pouco mais sua cobertura estendendo o relacionamento para as pequenas e médias redes, assim como as maiores farmácias independentes, mas ainda restringindo-se basicamente nas regiões Sul e Sudeste do país.

Estar presente nesses canais menores e pulverizados demanda uma capacidade de investimento impossível para indústrias menores, portfólios reduzidos ou produtos em estágio de lançamento.

Invista na economia compartilhada

 

A cadeia de valor da Economia Colaborativa mostra como empresas podem repensar seus modelos de negócios utilizando-se de provedores que ajudem a fomentar o mercado através de plataformas que permitam o compartilhamento de certas operações: comerciais, vendas, promoção e etc. É aí que entra a vantagem e importância de usar uma solução compartilhada de recursos.

Uma das novidades do Grupo Interplayers é a solução Amplifar, que foi criada para ajudar a indústria farmacêutica a aumentar as vendas e conquistar novos clientes nos mercados difíceis de serem alcançados.

Essa solução permite à indústria ampliar a presença dos produtos no varejo farmacêutico em diferentes segmentos e regiões, por meio de modelos efetivos e integrados a rede varejista, com baixo custo de acesso a esses canais.

O Amplifar representa uma opção para indústrias farmacêuticas e de HPC que desejam expandir em novos segmentos ou regiões, quanto por aquelas que buscam um incremento de receita com o impulsionamento das vendas em ações sazonais, lançamentos ou extensões de linha.

Isso é possível porque esse modelo se baseia no conceito de economia compartilhada, em que os recursos humanos e tecnológicos são divididos com outras empresas com as mesmas necessidades.

Entre as principais vantagens em investir no modelo compartilhado de recursos estão:

Implementação de um processo de vendas eficaz e de baixo custo

Melhoria nos índices de presença de produtos nos PDVs

Construção de relacionamentos junto aos PDVs

Maior capacidade de diferenciação frente a concorrência

Redução dos custos com força de vendas dedicadas

Redução dos níveis de ruptura


Aumente a possibilidade de faturar mais, posicionando os produtos em uma quantidade maior de PDVs, sem gastar muito para isso.